Portugal Heritage Tours

Por Spira

1. Património Cultural, Atelier Artes e Ofícios
2. Música e práticas gastronómicas
3. Práticas agrícolas
4. Contacto de perto com a comunidade local
5. Forma de estar do Alentejo litoral

Região

Odemira

S.Luís

S.Martinho das Amoreiras

Santa Clara-a-Velha

Vila Nova de Milfontes

Línguas

Castelhano

Francês

Inglês

Português

Duração

5-7 dias

Preço

1190€/pax

Inclui

Alojamento

Guia

Dimensão do grupo

Min. 4 pax max. 8 pax

Pet friendly

Sim

Bike friendly

Sim


Sempre nos territórios de periferia, sempre nos territórios autênticos, a Portugal Heritage Tours oferece programas de Touring Cultural, Natural e Gastronómico centrados no património desconhecido e, muitas vezes, inacessível do país: aceder, entrar, descobrir, conhecer, perceber, contactar, experimentar dimensões artísticas, paisagens, práticas gastronómicas, tradições etnológicas, formas de cultura de todo o imenso interior de Portugal e sempre em comunhão com a comunidade local.

No PROGRAMA NATURAL na Costa Alentejana ‐ a mais bem preservada zona costeira do Sul da Europa ‐ deambulamos entre patrimónios inesperados, costumes ancestrais e pessoas a descobrir. Paisagens, circuitos pedestres, mares e falésias são o fundo do nosso quadro: um universo de cultura e natureza autênticas.

Descrição

DIA 1 – Chegada

Transfere da estação de comboio da Funcheira até Vila Nova de Milfontes

Welcome food & drink com produtos regionais (pão, queijo, azeitonas, vinho).

Jantar livre em Vila Nova de Milfontes.


DIA 2 – S. Luís

Manhã

Passeio Pedestre Circular Rota Vicentina: S.Luís foi sempre uma aldeia rica em recursos, recursos esses explorados em actividades como a mineração, a extracção da cortiça, a produção de madeira, a criação de gado… São todas estas actividades que vamos descobrir num percurso pedestre de 3,5 km.

Almoço em restaurante típico em S.Luís.

Tarde

Tarde livre para conhecer o território ao ritmo de cada um, as pessoas, as praias…

(Opcional) Em São Luís, reúne-­se uma grande comunidade de artistas de múltiplas nacionalidades que vamos encontrar numa antiga retrosaria transformada em espaço cultural e artístico: no Ateneu 14, ocupamo-­nos com um Atelier com materiais derivados da natureza – plantas, folhas, argila – criando peças únicas.

Jantar livre em Vila Nova de Milfontes.


DIA 3 – Odemira

Manhã

Passeio de barco desde Vila Nova de Milfontes até Odemira, pelo Rio Mira. Durante o percurso, ficamos a conhecer a história de vida da D. São: foi nos anos 70, antes da existência da Ponte de Milfontes, que o seu pai começou a fazer a travessia do Rio Mira, transportando pessoas, animais, veículos e mercadorias, quer fosse Verão, quer fosse Inverno. Em 1990, a D.São substitui o seu pai neste ofício, e será ela que nos levará até Odemira.

Almoço em restaurante típico em Odemira.

Tarde

Tarde livre para visitar a vila de Odemira, recomendando a visita à Igreja quinhentista da Misericórdia com um impressionante conjunto de pintura a fresco. Possibilidade de subir ao Cerro dos Moinhos Juntos e visitar ao moinho de vento construído em 1874 e, ainda hoje, em funcionamento.

(Opcional) Atelier de artesanato com um artesão local da Associação de Artesanato do Concelho de Odemira e experiência da arte dos tapetes, da cestaria ou dos trabalhos em madeira.

Encontramo-­nos para o Lanche doce, doce na loja Chocolates da Beatriz: num ambiente aconchegante, provamos os chocolates artesanais da Beatriz, natural da Argentina e de todo o saber-­fazer chocolateiro daquele país.

Jantar livre em Vila Nova de Milfontes.


DIA 4 – Santa Clara-a-­Velha e S. Martinho das Amoreiras

Manhã

Na pacata aldeia de Santa Clara-­a-­Velha, vive‐se a pureza da mística Alentejana. É esta aldeia que dá o nome à Barragem, o grande lago inesperado da imensa Serra do vasto concelho de Odemira. A partir daqui, fazemos um percurso pedestre de 10 km, dominado pela vegetação ribeirinha com acácias, mimosas, choupo, freixo, salgueiros, juncos e atabúas. Os agriões e o poejo atapetam os troços menos profundos do rio fora da época das cheias e os remansos mais profundos estão cobertos por nenúfares. Nos terrenos mais férteis, junto ao rio, há hortas e pomares de laranjeiras, figueiras e oliveiras.

Almoço em Santa Clara-­a-­Velha.

Tarde

Dependendo da época, Atelier agrícola (apanhar medronhos, visitar uma destilaria, passear pelo montado), sempre ao ritmo de cá!

Ou

Atelier de Ovos Bordados: antiga tradição da região que consiste em decorar ovos, bordando‐os sem os quebrar, num trabalho de minúcia e utilizando materiais inesperados.

Lanche-­‐ajantarado em S. Martinho das Amoreiras, numa taberna típica, com performance de Cante ao Baldão e Viola Campaniça: uma tradição de cantares ao desafio que terá começado a ser praticado nos finais do século XIX no concelho de Odemira, estendendo‐se para outros concelhos vizinhos no início do século XX.


DIA 5 – Partida

Transfere para a estação de comboios/autocarros.


Inclui:

• Welcome food & drink;

• Percursos pedestres;

• Passeio de barco no dia 3;

• Lanche com prova de chocolates no dia 3;

• 1 dos ateliers propostos para dia 4, sendo que todo o grupo deve fazer o mesmo atelier;

• Lanche-­‐ajantarado com actuação exclusiva de Cante Baldão e Viola Campaniça no dia 4;

• Almoços (excepto no dia 1 e 5);

• Intérprete do Património em todo o programa (guia condutor);

• Deslocações no âmbito da totalidade do programa em carrinha de 9 lugares;

• Snacks com fruta fresca e água nos percursos pedestres;

• Alojamento 4 noites em quarto duplo com pequeno-­‐almoço;

• IVA à taxa legal em vigor;

• Seguro de Acidentes Pessoais.


Não inclui:

• Voos;

• Ateliers opcionais nos dias 2 e 3;

• Jantares (excepto dia 4);

• Seguro de viagem;

• Despesas pessoais.


Consulte a agenda ou contacte-nos para outras datas.

    Ver também

    Cycling na Rota Vicentina

    2 Noites com Sabores Locais

    Ver, ouvir, saborear e cheirar um outro sul

    Amor e Ar Livre

    Rota da Lã

    Kassim ~ Touro Azul